Truques e maneiras de cozinhar: Disfagia

DISFAGIA

Modificação das características do alimento
Determinadas consistências ou texturas podem ser inadequadas, especialmente as consistências muito líquidas, muito secas ou pouco homogêneas.

Os seguintes conselhos podem ser úteis:

• Modificar a textura e diversificar o máximo possível a alimentação reintroduzindo alimentos que haviam sido abandonados (carnes, verduras, legumes, água, …)
• Quando há problemas em ingerir líquidos, é aconselhável deixá-los mais espessos para obter una correta ingestão hídrica. Usar gelatinas ou espessantes comerciais.
• Caso surja dificuldade para engolir alimentos sólidos, consumi-los em textura de purê ou em preparações de textura mole.
• É importante não misturar texturas diferentes (sólido e líquido).
• Buscar criar pratos que tenham muitas cores e apresentações atrativas. Não abra mão de desfrutar a comida!
• Estimular o reflexo da deglutição com alimentos amargos ou ácidos, frios ou quentes, ou mesmo muito gostosos.
• Utilizar gelatinas, águas gelificadas ou molhos mais ou menos espessos, sempre em função do tipo de disfagia, facilitando na hora de ingerir alimentos e tomar medicamentos.
• Faça com que os pratos fiquem gostosos.
• Repartir a comida do dia em pequenas porções, frequentes e nutritivas.

Volver